Onde denunciar um asilo que não cuida bem dos idosos?

Relatos de maus tratos contra crianças e idosos sempre causam grande comoção popular e talvez por conta do medo ou da alta carga emocional envolvida na situação, muitas pessoas se calam frente a esses acontecimentos. Fato é que independente da dificuldade enfrentada para a realização da denúncia, esta precisa ser concretizada para que o bem estar das vítimas possa ser restabelecido.

No caso do post de hoje vamos listar algumas maneiras de denunciar clínicas e casas de repouso que pratiquem alguma atividade que possa ir contra os direitos humanos e qualquer pratica recomendada à categoria. Nosso post será voltado especificamente para denúncias contra asilos, mas os canais de denúncia aqui listados podem ser usados nas mais diversas situações.

Como Denunciar Maus Tratos Contra Idosos?

Se você não tem problema em se identificar, inclusive se tiver alguma prova ou arquivo que possa ser usado na investigação, o ideal é procurar a delegacia de polícia que atende a região onde o asilo se encontra, esse procedimento pode ser adotado em denúncias de qualquer natureza.

Ao receber as queixas, os policiais que te atenderem irão encaminhar a denúncia para o órgão responsável pelo assunto que irá tomar todas as devidas providências. Uma forma de diminuir esse caminho e toda a burocracia envolvida é buscar diretamente esses canais especializados.

Em outras palavras, muitas cidades contam com uma rede de delegacia especializada nos cuidados e proteção à população idosa. Portanto se esse serviço for ofertado na sua cidade, busque orientação e realize a denúncia diretamente nesse tipo de delegacia. A seguir você terá acesso à uma lista com vários endereços dessas delegacias, se a sua cidade não estiver listada aqui consulte no site da Policia Civil e verifique a existência da mesma na sua localidade.

maus tratos

Saiba como denunciar maus tratos à idosos

São Paulo (capital)

  • 1ª Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso
    • Estação República do Metrô – 1ª piso – Centro – São Paulo/SP – CEP. 01045-000
    • Fone: 3237.0666
  • 2ª Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso
    • Av. Eng. George Corbisier 322 – Jabaquara – São Paulo/SP – CEP. 04345-000
    • Fone: 5017.0485 e 5011.3459
  • 3ª Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso
    • Rua Itapicuru 80 – Térreo – Perdizes – São Paulo/SP – CEP. 05006-000
    • Fone: 3672.6231
  • 4ª Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso
    • Rua dos Camarés 94 – Carandiru – São Paulo/SP – CEP. 02068.030
    • Fone: 2905.2523
  • 5ª Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso
    • Rua Antonio Camardo 69 – Vila Gomes Cardim – São Paulo/SP – CEP. 03309.000
    • Fone: 2225.0287
  • 6ª Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso
    • Rua Padre José de Anchieta 138 – Santo Amaro – São Paulo/SP – CEP. 04406-100
    • Fone: 5541.9074
  • 7ª Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso
    • Av. Padre Estanislau de Campos 750 – Conj. Hab. Padre Manoel da Nóbrega – São Paulo/SP – CEP. 03590-060
    • Fone: 2217.0075 ou 2217-0224
  • 8ª Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso
    • Rua Osvaldo Pucci 180 – Jd. Nossa Senhora do Carmo – São Paulo/SP – CEP. 08270.700
    • Fone: 2217.1727

Santos: Av. São Francisco, 136, 1° andar, sala 112 e 114, Centro – Fone: (13) 3228-6491

Belo Horizonte: Av. Augusto de Lima, 1942, Barro Preto, Belo Horizonte – Fone: (31) 3330-1746

Rio de Janeiro: Rua Figueiredo de Magalhães, 526 – Copacabana – RJ, 22031-012 – Fones: 2333-9260, 2333-9265, 2333-9274, 2332-7921

Goiânia: Rua 227, Qd. 67, Lt. 17, Setor Leste Universitário – CEP: 74605-080 – Goiânia-GO – Fones: 3201-1501 /3201-1511

Tem como denunciar sem se identificar?

Em muitos casos o maior problema de quem quer denunciar é ter que se identificar. Isso ocorre pois na maioria dos casos o agressor e quem faz a denúncia são pessoas próximas e às vezes familiares que ficarão constrangidos. Portanto se você preferir não se identificar, fique tranquilo, esse canal de comunicação anônima existe.

Basta você ligar no Disque 100 – disque denúncia do Ministério dos Direitos Humanos. Lá você poderá denunciar qualquer atividade que infrinja algum dos direitos humanos, para isso basta ligar e informar as seguintes informações:

  1. Quem sofre a violência? (Vítima)
  2. Qual tipo violência? (Violência física, psicológica, maus tratos, abandono etc.)
  3. Quem pratica a violência? (Suspeito)
  4. Como chegar ou localizar a Vítima/Suspeito
  5. Endereço (Estado, Município, Zona, Rua, Quadra, Bairro, Número da casa e ao menos um ponto de Referência, concreto e que define um lugar específico)
  6. Há quanto tempo? (frequência)
  7. Qual o horário?
  8. Em qual local?
  9. Como a violência é praticada?
  10. Qual a situação atual da vítima?
  11. Algum órgão foi acionado?

FONTE: Ministério dos Direitos Humanos

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *