Cuidados com idosos acamados: Conheça Algumas Recomendações.

Outra opção é a contratação de uma pessoa profissional da área para realizar o serviço. Nesse caso deve-se procurar por um cuidador de idosos que atenda as necessidades apresentadas pelo paciente. Aqui no blog nós temos um post falando apenas sobre esse serviço e todos os benefícios de contratar esse profissional. Confira!

Entretanto se contratar um profissional não está nos planos financeiros, é importante que você ou o familiar responsável pelos cuidados com o idoso conheça algumas informações importantes a respeito de alimentação, prática de exercícios e tratamento de feridas. E é justamente sobre isso que iremos conversar hoje.

Cuidados com Idosos Acamados

O idoso acamado está uma situação que necessita de muitos cuidados específicos, pois a privação do movimento do corpo, entre outras coisas, pode gerar um quadro de escaras, edema, desnutrição, atrofia dos músculos, infecções e diversos outros problemas.

acamados, idoso na cadeira de rodas

Conheça os cuidados com Idosos Acamados

As escaras ou lesões na pele surgem com a pressão e atrito de uma determinada área do corpo por um longo tempo, interferindo na circulação da área. Esse quadro pode levar ao surgimento de lesões no local que, se não forem devidamente tratadas, podem levar à um quadro de infecção.

Então para prevenção do surgimento de escaras é necessário que o idoso tenha sua posição na cama mudada de duas em duas horas de forma tranquila para que não haja queda de pressão e desmaio. Além disso, o uso de colchões especiais como colchão de ar ou água, aumenta a superfície de contato auxiliando na diminuição da pressão causada pelo peso do corpo.

Manter a hidratação da pele do idoso e enxugar bem após o banho, assim como manter todas as rotinas de higiene em dia, também são de extrema importância e um grande aliado para prevenir as escaras, assim como sua infecção.

A observação é um recurso que deve ser muito utilizado por quem está tomando conta de idosos acamados. É preciso reparar no aparecimento de manchas vermelhas ou proeminências ósseas e tomar um cuidado maior com estas regiões colocando almofadas, travesseiros e mudando a posição da pessoa para evitar a pressão dessas.

Os edemas surgem, principalmente, nos membros inferiores, sendo causados pela má circulação sanguínea nessas áreas. Deve-se, então, fazer uso de travesseiros e fisioterapia para colocar as pernas, de forma elevada para que auxilie na circulação sanguínea da região.

Outra possibilidade é a movimentação da perna da pessoa acamada ao longo dos dias, incentivando a contração muscular das pernas. Se, em condições e com auxilio, incentivar o idoso a dar alguns passos, como uma ida ao banheiro para ajudar na circulação dos membros inferiores.

É de grande importância que o acamado seja estimulado a participar de atividades dentro das suas limitações. A rotina com o fisioterapeuta é muito importante, dependendo do caso, para que nenhuma parte do corpo fique sem ser movimentada e estimulada.

Ações simples do dia a dia também devem ser estimuladas pelo cuidador, como a alimentação de forma mais independente, de modo que o idoso tente levar o alimento sólido a boca, beber líquidos com uma ajuda mais superficial, e outros movimentos pequenos mas que servem de grande estimulo. Vale ressaltar que isso deve ser feito sempre de forma supervisionada.

A Alimentação do Idoso

A alimentação é um aspecto muito importante de ser observado em idosos acamados. Afinal manter a nutrição e dieta balanceada é de grande importância para a manutenção da saúde de qualquer indivíduo, principalmente aqueles que apresentam alguma enfermidade.

Primeiramente, deve-se seguir a dieta passada pelo médico do idoso, seguindo a risca todas as orientações prescritas, lembrando de observar a posição em que o idoso é alimentado, principalmente, com líquidos. Além disso, é válido lembrar que algumas vitaminas precisam ser consumidas ou precisam de estímulos como a vitamina D que demanda de uma exposição ao sol.

Então é muito importante manter uma rotina que inclua passeios ao ar livre, nos horários de sol mais fraco, sendo estes de 8 as 10 da manhã e após as 16 da tarde.

Ficou com alguma dúvida ou precisa de auxílio em alguma situação específica? Comenta aqui e termos o maior prazer em tentar te ajudar a construir essa rotina de cuidados.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *