As principais vacinas que os idosos devem tomar

Quando se chega à terceira idade os cuidados com a saúde redobram. Cuidado com a alimentação, com uso de medicamentos corretos, vacinas obrigatórias são apenas alguns dos cuidados que os idosos devem ter e os seus familiares. Em relação às vacinas, os idosos precisam tomar uma série de vacinas que são obrigatórias.

As vacinas tem uma grande importância da saúde do idoso, pois ajudam a prevenir doenças em um momento da vida em que é melhor evitar complicações, mesmo a partir de simples resfriados. Desta forma é importante que o idoso tenha a sua carteira de vacinação em dia e faça nos períodos corretos a vacina em um posto de saúde ou até mesmo hospital.

Vacinas para os idosos

As vacinas para os idosos são tantas quantas as de um bebê recém-nascido. São elas que vão ajudar a preservar a saúde e também manter a imunidade em alta. Não há desculpas para os idosos não realizarem as vacinas. A grande maioria é divulgada nos veículos de comunicação e os idosos acabam sempre tendo prioridade para fazer as fazer. A da gripe costuma ser uma das mais concorridas. Confira a relação completa das vacinas:

Vacina da gripe – Influenza – deve ser feita anualmente de preferência antes do outono.
Pneumocócica 23 valente: Duas doses com intervalo mínimo de 5 anos entre elas;
Febre amarela: (Reforço a cada 10 anos);
Tríplice bacteriana (difteria, tétano e coqueluche): reforço com dTpa (tríplice bacteriana acelular do tipo adulto) a cada 10 anos;
Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola): dose única para pessoas com mais de 60 anos, quando indicado pelo médico;
Hepatites A, B, ou A e B: Hepatite B: rotina;

Estas foram as principais vacinas que os idosos devem tomar. As vacinas protegem o corpo do idoso contra os vírus e bactérias que provocam vários tipos de doenças graves. É importante o idoso fazer todas as vacinas, pois assim vai se mantiver protegido e também a sua família.

Vacina da gripe é uma das mais procuradas

Viver com qualidade

Chegar à terceira idade não significa chegar doente ou passar por esta fase sofrendo. Tudo depende da forma como o idoso vai cuidar da sua saúde. Por isso, é importante ter algum familiar sempre acompanhando as suas questões rotineiras.

De acordo com a organização mundial de saúde, até 2020 o número de pessoas com mais de 60 anos vai superar o de crianças menores de 5 anos. Isso quer dizer daqui a quatro anos! Não estamos muito longe disso. Com a população da terceira idade aumentando, a mesma precisa fazer todos os procedimentos corretos para a sua saúde para que consiga viver com qualidade. E fazer todas as vacinas é uma delas.

Muitos idosos se queixam que após fazerem as vacinas ficam mais vulneráveis e se sentem fracos. É comum após as vacinas, principalmente a da gripe ocorrerem efeitos colaterais como febre e mal estar, mas que depois de 48 horas passa. O mais importante é fazer a vacinação e não deixar de se vacinar.

Vale lembrar que uma simples gripe pode matar. Muitas pessoas acabam não dando importância para vacina como a da gripe. Principalmente familiares que não viram os idosos engripados, mas isso não pode ser levado em consideração. A tendência é que com o passar dos anos, os idosos acabam ficando mais vulneráveis a qualquer resfriado e doença e por isso, é tão importante eles fazerem as vacinas e com o apoio dos seus familiares.

Relacionados

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *