Quais os Graus de Escaras de Decúbito e como Prevenir

As escaras de decúbito também são chamadas de úlceras de pressão ou úlceras de decúbito. São feridas causadas pela pressão de um corpo na pele, ossos ou cartilagens. Normalmente aparecem em idosos acamados ou em cadeiras de rodas, cadeirantes, mesmo que sejam jovens, pessoas desnutridas, ou com problemas de diabetes. Ocorrem devido a falta de irrigação do sangue em uma determinada parte do corpo, por causa da pressão exercida por um objeto externo.

As feridas podem aparecer em vários locais do corpo, mas são mais comuns atrás da cabeça, nas costas, na articulação do quadril, no cóccix, nas nádegas, cotovelos e calcanhares. Você já deve ter ouvido falar em feridas causadas pelo excesso de tempo na cama, principalmente se o idoso for bem magro.

Por isso, é importante ficar sempre atento a todas as partes do corpo do idoso acamado, para que as feridas não se agravem. Elas costumam começar bem leves, podendo se agravar se não forem cuidadas. O diagnóstico é feito mesmo através da observação diária. Esses cuidados também devem ser tomados por pessoas em cadeiras de rodas.

Se a pessoa está ciente e tem sensibilidade, ela sentirá dor, mas caso contrário, o próprio doente não consegue saber que está com as escaras.

As escaras são muito comuns no cóccix

As escaras são muito comuns no cóccix

Classificação da Doença

As escaras podem ser classificadas em graus diferentes:

Grau 1 – Eritema ou hiperemia – Começa com manchas avermelhadas na pele, atingindo somente as camadas mais superficiais. Se for cuidada com rapidez, as manchas desaparecem.
Grau 2 – Isquemia – Podem aparecer bolhas, uma esfoladura ou um orifício no local afetado. Nesse caso, já são afetadas todas as camadas da pele e o tecido subcutâneo.
Grau 3 – Necrose – É um caso mais grave, onde a lesão atinge o tecido muscular. A pele começa a apresentar coloração arroxeada e pode aparecer um nódulo endurecido.
Grau 4 – Ulceração – A ferida atinge maior profundidade, destruindo a pele e os músculos, deixando ossos e cartilagens expostos.

As escaras podem começar com manchas avermelhadas na pele

As escaras podem começar com manchas avermelhadas na pele

Prevenção

A forma mais adequada de se prevenir a formação de escaras é mudando o idoso de posição a cada duas horas mais ou menos. Assim, o local que está recebendo pressão vai mudando. Pessoas que usam cadeiras de rodas, que ficam muito tempo sentadas precisam mudar de posição com mais frequência.

É importante também manter uma boa higiene e a pele bem hidratada e seca. Ficar sempre atento aos locais que recebem maior pressão pode ajudar a diagnosticar o problema no primeiro estágio, evitando que a ferida evolua. Manter uma dieta balanceada, rica em proteínas, também ajuda na prevenção das escaras.

Os colchões de água, ar ou silicone também podem ajudar a evitar o aparecimento das úlceras. Algumas almofadas também evitam a pressão em alguns locais do corpo. Esses materiais são encontrados em lojas especializadas em produtos para idosos e acamados.

Ao arrumar a cama do paciente, prefira os lençóis de algodão e estique bem, para que não fiquem dobras que possam macerar a pele.

Se o idoso ainda consegue andar, estimule os exercícios, respeitando sempre seus limites. Quanto mais se entrega à doença, pior fica. Por isso é importante andar, mesmo que seja bem devagar.

Mudar de posição e usar almofadas ajudam na prevenção

Mudar de posição e usar almofadas ajudam na prevenção

Tratamento

Se as escaras forem diagnosticadas entre o grau 1 e 2, podem ser tratadas facilmente, somente mudando a pessoa de posição, evitando a pressão no local. A ferida desaparecerá sozinha.

Se atingir o grau 3, e ainda estiver pequena, também poderá ser tratada da mesma forma, podendo demorar um pouco mais para sumir. Mas se a ferida chegar ao grau 4, há a necessidade de uma intervenção cirúrgica, para eliminar os tecidos infectados e mortos, assim como um transplante de pele para facilitar o fechamento da ferida.

Relacionados

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *