Como Evitar Escaras

As escaras são muito comuns em pessoas acamadas e usuários de cadeiras de rodas. O problema também é chamado de úlceras de pressão ou úlceras de decúbita e se caracteriza por lesões na pele que podem se tornar bem amplas e profundas. Quando uma parte do corpo é constantemente pressionada pelo contato direto com algum objeto, o sangue deixa de circular na região, impedindo a chegada de nutrientes. Assim, essa pressão leva ao aparecimento de feridas, danos nos tecidos e alterações ósseas.

Em pessoas com maior risco de aparecimento de escaras, são necessários alguns cuidados para evitar que o problema se agrave.

Quem pode desenvolver escaras?

As pessoas idosas, acamadas ou cadeirantes  por muito tempo são bem suscetíveis ao aparecimentos das úlceras de pressão. Quem sofre com a desnutrição e o diabetes também tem o risco aumentado por causa das condições clínicas causadas por esses problemas. A incontinência fecal e urinária é outro agravante, uma vez que o contato de urina e fezes com a pele favorece as feridas.

Quando o indivíduo tem algum comprometimento no nível de consciência ou perde a sensibilidade da pele, alguém precisará cuidar para que as escaras não ocorram, já que o paciente não é capaz de reagir por si só. Há ainda a escara isquêmica, provocada pela insuficiência venosa crônica.

Pontos de pressão mais comuns para o aparecimentos de escaras

Pontos de pressão mais comuns para o aparecimentos de escaras

Formas de Prevenção

Para evitar a formação de escaras, a medida mais importante é sempre mudar a pessoa de posição frequentemente, a fim de aliviar a pressão em pontos específicos do corpo. No caso de pacientes acamados, a mudança deve ser feita pelo menos a cada 2 horas. Já nos cadeirantes, pequenas mudanças de posição deve ser feitas a cada 15 minutos pois a pressão tende a ser maior quando o indivíduo está sentado.

Pequenos cuidados com a pele também são fundamentais. Manter uma boa higiene de toda as partes do corpo, secando sempre qualquer  região que possa ficar úmida ajuda bastante a evitar o aparecimento das úlceras.

Uma dieta equilibrada é outro ponto importante, pois favorece a nutrição dos tecidos e células.

Dicas Importantes

Evitar que as feridas se formem é a melhor maneira de controlá-las, já que o tratamento pode ser demorado e pouco eficaz. Algumas dicas simples podem proteger pessoas que correm mais risco de aparecimento de escaras. Veja:

  • Em pacientes acamados, prefira os colchões de água, ar ou gel de silicone, que causam menos pressão sobre o corpo;
  • Almofada para proteger regiões mais suscetíveis também são uma boa alternativa tanto par acamados quanto para cadeirantes;
  • A pele de pessoas do grupo de risco deve ser constantemente examinada para que as úlceras não se tornem muito graves;
  • Durante o banho, a pele não deve ser esfregada demais;
  • Após o banho, todas as partes do corpo devem ser secadas e hidratadas com um creme neutro;
  • Roupas de cama de algodão causam menos atrito em contato com a pele e evitam as feridas;
  • Observar se os lençóis estão esticados é outra medida importante, pois o contato com as dobras pode machucar;
  • Pacientes com incontinência urinária devem ter as fraldas trocadas com frequências;
  • Pequenos movimentos e mudanças devem ser estimulados na medida da possibilidade de cada pessoa.

Relacionados

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *